Curta de 1 min.: “Divino Erro” (2015)

Divino Erro (2015)

Acesse o filme em nosso canal do Youtube:
https://www.youtube.com/watch?v=fLj5tPxadp0&feature=youtu.be

Sinopse: O erro de Deus que faz Arcanjos se apaixonarem pelo viver, o gozar e o sentir.

Ficha Técnica:
Direção: Filipe Arthur
Roteiro: Filipe Arthur e Ana Lúcia Vilela
Elenco: Milena Mesquita
Produção: Núcleo de Usos da História e Pentaprisma
Cenografia: Carolina Nunes
Assist. de Produção: Neide Barros
Dir. de Fotografia: Túlio Queiroz
Montagem: Túlio Queiroz
Música: Rafael Saddi e os Vândalos – Obedeça a lei
Agradecimentos: Mãe do Filipe

Participação em Festivais:

Mostra filmes de 1 minuto do 5º Festival de Cinema de Anápolis (2015)

Anúncios

Curta: Eu, Mulheres

O Documentário “Eu, Mulheres” (19min) surgiu da ideia de facilitar discussões de gênero através do áudio visual. Assim,  da produção da TUBO filmes em parceria com o GEPEG-UFG (Grupo de Estudos em Gênero) coordenado pela Dra. Ana Carolina Eiras Soares (FH/UFG) sob direção de Fábio Teófilo, este curta se propõe discutir violências contra mulheres e meios para combatê-los.

Filme:
https://vimeo.com/99341236

Sinopse:                                                                                                                      

Este documentário mostra, através de diversos pontos de vista, o que contribui para a mulher se encontrar em situação de violência. Como chegamos a esse ponto? Como isso surgiu em nossa sociedade?É mostrada também a responsabilidade da mídia como mantenedora dessa posição de subordinação da mulher e as lutas que são travadas para mudar esse panorama.

Equipe:

Direção: Fábio Teófilo
Argumento e Roteiro: Neide Barros
Fotografia: Delcio Gonçalves

Som Direto: Mariana Celani

O Documentário já foi selecionado pelos seguintes festivais:

Festival Internacional de Cine Solidário – Barcelona – Espanha (2015)
2º Festival MODIVE-SE – Mostra da Diversidade Sexual de Campinas (2015)
5º Festival de Cinema Socioambiental da Serra do Cipó (2015)
XI Festival Internacional de Cortametrajes – Cuzco – Peru (2014)
Festival Audiovisual Vera Cruz – FAVERA (2014)

Mostra Goiás exibirá 20 filmes goianos entre 25 e 27 de novembro

Mostra-Goiás-marca-aprovada

Após a primeira edição da Mostra Goiás no mês de junho, onde foram exibidas fotografias dos alunos do curso de jornalismo e da Coordenação de Arte e Cultura da PUC-GO, o Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro novamente dá espaço para o evento. Dessa vez serão exibidos 20 filmes goianos, em sua maioria documentários produzidos por alunos da Universidade.

A “Mostra Goiás” é uma parceria do Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro com o Departamento de Comunicação Social da PUC-GO e o Programa Avançado de Cultura Contemporânea da UFRJ . A curadoria é do professor César Viana.
Em novembro serão apresentadas manifestações artísticas e culturais representativas de Goiás no cinema e no Café do Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro. Há a participação de artistas relacionados à produção cultural goiana e de diferentes manifestações dos saberes populares.

Uma ação para celebrar os diversos jeitos de ser e de viver Goiás.

Segue abaixo a programação do evento:

Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro

Prefeitura de Goiânia

Documentários “Mostra Goiás” 2015
Dia 25

Sessão: 19h

Censura: Livre

Ingresso: R$ 2,00

“A Janela”

Realização:Ana Clara Itagiba, Rayka Martins e Sarah de Oliveira.

O documentário “A Janela” aborda os diversos pontos de vista do festival goiano de música alternativa, Vaca Amarela. Um passeio pelos shows que receberam cerca de 12 mil pessoas durante os três dias de festival. O vídeo mostra o intercâmbio cultural, a relação entre artistas e o público e a abertura de portas para o novo cenário da música.

“O Comércio A Céu Aberto De Goiás”

Realização:Naythielle Moreira, Vanessa Cortes, Christielly Oliveira, João Batista e Ana Carolina Rodrigues Tavares.

Documentário que apresenta a rotina da Feira Hippie de Goiânia e a vida dos feirantes. Mostra os bastidores e a chave do sucesso que a tornou a maior feira da América Latina. É um encontro com a diversidade das mais de 80 mil pessoas que trabalham ou visitam o entorno da rodoviária de Goiânia.

“Goiânia Aos Olhos do Passado”

Realização: Thiago Costa e Wanessa Rosa

O documentário “Goiânia Aos Olhos Do Passado” descreve a capital de Goiás de uma maneira simples. São relatos de pessoas que acompanharam o desenvolvimento da cidade. Ponderam sobre os pontos positivos e negativos dessa mudança. Saúde, comércio, infraestrutura, segurança e lazer são alguns dos temas apresentados por idosos que passaram grande parte das suas vidas em Goiânia.

“Bão Bisurdo”

Realização: Lorena Justino Bastos e Hiago Miguel da silva

Quando se pede uma opinião a um goiano e isso é muito bom, geralmente ele diz: é bão bisurdo! O centro da capital goiana é repleto de lugares que oferecem comidas com sabores maravilhosos. Bão Bisurdo mostra locais que primam pelo bom atendimento, com histórias marcantes para contar e diversos sabores para deixar qualquer um com água na boca.

“Cerrado Erudito”

Realização:Adriel Moraes, Daniella Monteiro, Gabriel Lima, Ludmyla Gonçalves, Mikaelle Oliveira.

O documentário acompanha a rotina das orquestras na cidade de Goiânia. O gosto pela música erudita cresce a cada dia e já caiu nas graças dos mais jovens. O filme mostra a preparação das orquestras locais e a percepção do público goiano sobre os concertos.

“Goiânia Na Passarela”

Realização:Aleksijane cardoso , Aurea Gabriela, Ewerton, Marcos Paulo e Victor Axeu.

O documentário retrata a moda goiana e mostra as personalidades desde os outlets até as feiras urbanas. Um encontro com as pessoas que criam os estilos usados no Estado e que se expande levando Goiás aos quatro cantos do país. Retrata histórias de pessoas que contribuem para a cultura goiana.

“Forró de Aparecida”

Realização: Lucas dos Reis de Jesus

O documentário mostra os encontros de pessoas da terceira idade no Rodeio Show em Aparecida de Goiânia. O forró abre sorrisos no rosto de centenas de idosos e para muitos traz um novo sentido à vida. São conversas com os senhores e senhoras que fazem a festa em Aparecida de Goiânia.

Dia 26

Sessão: 19h

Censura: Livre

Ingresso: R$ 2,00

“Vila Minha Vida, Minha História, Meu Amor”

Realização :Arthur Marins, Igor Nery e Jackeline Macario

Um documentário que mostra o apoio da torcida vilanovense nos jogos dentro e fora de casa. A história se baseia no confronto entre Vila Nova e Portuguesa num jogo decisivo da disputa por uma vaga na série B do Campeonato Brasileiro. Apresenta depoimentos de um torcedor fanático que estava presente nos dois jogos e do atacante Frontini, o autor dos dois gols que garantiram a vaga do Vila Nova.

“Pelas Ruas De Goiânia”

Realização: Gabriela Tyemi, Kaio Lima, Letícia Lustosa

“Pelas Ruas De Goiânia”chama a atenção para os problemas sociais, culturais e políticos segundo a visão de mundo de goianienses de diferentes classes, idades e gênero. São pessoas contam histórias, experiências e possíveis soluções para um mundo melhor.

“A vida no Mercado Central”

Realização: Lucas Melo, Magdiel Rezende, Marília Siqueira e Thales Luan

O Mercado Central de Goiânia é um dos pontos mais tradicionais da cidade. Um local com muita história e cultura do próprio povo goianiense. Desde seus inícios no edifício Pathernom Center como o primeiro mercado de Goiânia, nos anos 50, ao atual na rua 3, o Mercado Central mostra sua importância para a preservação da história e da cultura do povo goiano.

“1010 maneiras de se comprar um livro sem dinheiro”

Realização: Mariana Peixoto Gusmão e Thaynara Raquel

“1010 maneiras de se comprar um livro sem dinheiro” mostra pessoas que se interessam pela leitura. São cenas de um evento realizado no Parque Flamboyant aberto para todos os públicos. Um jeito de incentivar a cidadania e estimular a leitura. Com mais de 1000 livros, o público “comprou” um livro por meio do pagamento de prendas como, por exemplo, abraçar uma árvore, fazer um discurso de incentivo à leitura ou realizar uma atitude sustentável.

Dia 27

Sessão: 19h

Censura: Livre

Ingresso: R$ 2,00

“Folia de São Sebastião de Bonfinópolis”

Realização: Isabela Melo, Jéssica de Souza, Padre Warlen Maxwell

As estradas que passam por Goiás conduzem a diversos destinos, um deles é a fé. A Folia de São Sebastião é uma tradição em Bonfinópolis, encanta os moradores da cidade e transborda devoção ao santo defensor contra a peste e a fome. O documentário “Folia de São Sebastião de Bonfinópolis” mostra a piedade e a peregrinação dos foliões que visitam as casas e comércios trazendo uma mensagem de fé, passada de geração em geração. Levam junto o amor e o desejo de manter essa tradição ao longo dos anos.
“Deixa Ela Ir”

Realização: Matthew Vilela, Karina Azevedo, João Vitor Ccorreia, IsadoraDantas

Curta metragem produzido por alunos de jornalismo da PUC Goiás. Yasmin é uma menina de 14 anos que é deixada pelo primeiro namorado. Sozinha e pensativa numa praça, seu tio Matheus aparece e começa a lhe contar como aconteceu o término do primeiro relacionamento que teve.

“Esporte Goiano”

Realização: Shayanne Mireya e Suelen Mota.

O documentário faz uma abordagem sobre a mulher como torcedora de futebol. Uma forma divertida mostrar os preconceitos, desafios e superações vividas pelo público feminino dentro desse esporte predominantemente masculino. São exemplos de mulheres apaixonadas que contam suas histórias dentro do Estádio Serra Dourada.

“Solidariedade Goiana”

Realização:Stéfany Ilalia e Karyta Gonzaga

O documentário “Solidariedade Goiana” mostra os benefícios que o quadro Balanço Geral nos bairros da TV Record traz para a população goiana. O evento preza pela cidadania e pela a solidariedade. Os serviços prestados vão do entretenimento aos cuidados com a saúde. A reportagem mostra os bastidores da produção do evento e conversas com os profissionais que se juntam para informar, ajudar e atender os moradores.

“O Perfil de Goiânia”

Realizadores: Larissa Laudano, Felipe Cardoso, Guilherme Henrique, Augusto Alves, Paulino Martins e Gustavo Mendanha.

Inúmeros perfis nas redes sociais divulgam a beleza de Goiânia. A cultura da capital é revelada por meio de fotos, vídeos e muita criatividade. Os administradores dessas páginas destacam a Cidade em ângulos inusitados, que passam despercebidos aos olhos da maioria da população. O resultado são formas de vivenciar Goiânia e conectá-la ao mundo.

“O Que Fazer’’

Realização: Dayane Viana

O videoclipe ‘’O Que Fazer’’ traz indagações cênicas e dramatúrgicas com relação às incertezas da vida, interpretados por atores convidados. As imagens são do Parque Ipiranga, cartão postal da cidade de Anápolis em contraste com uma ferrovia. A música é um poema tirado do livro Coisas De Maria, obra da escritora Fernanda Faria e composição da Dayane Viana, estudante de Jornalismo da PUC Goiás.

“Fogão Goiano”

Realização: Izadora Resende, Lilian Camargo, Gustavo Camargo, Lilian Camargo

Na cultura goiana não faltam bons temperos e variedade. Um retrato de como são feitos alguns pratos típicos como o arroz com pequi, o empadão, o bolinho de arroz e a linguiça frita. Na raiz da cidade de Goiás a culinária é uma palavra-chave para descrever a tradição do Estado. O empadão goiano, o bolinho de arroz e a pamonha cozida representam fielmente a cultura da terra de Cora Coralina. Um convite a desvendar a história desses deliciosos pratos.

“Dois pra lá dois pra cá”

Realização: Ana Laura; Dinake Núbia; Juliana Nogueira; Sarah Rhayane

Música, corpo, movimento, emoção. Essas são palavras que nos trazem à memória uma só arte: a dança. O documentário“Dois pra lá dois pra cá”mostra que em Goiânia, não importa a idade ou a condição financeira, essa prática pode ser realizada gratuitamente ou a preços acessíveis em diversos pontos.

“Pagadores de Promessa”

Realização: Heverton Paulo, Marília Gomide, Rafaela Vieira

O ser humano é capaz de realizar feitos incríveis em nome da fé. De sacrifícios físicos a provas de resistência emocional, os milagres se fazem de sangue e suor derramados na terra. O documentário ‘Pagadores de Promessa’ mostra o esforço dos fiéis que vão à Trindade, a Capital da Fé, em nome da crença pura e inabalável na realização do impossível. As histórias de vida se fundem aos obstáculos dessa missão religiosa, trazendo o lado mais sofrido e belo do Cristianismo.

Fonte: http://www.goianiaouro.com/noticiaDetalhe.php?id=1354

Foto em destaque: Pedro Faria

A Maior Feira da América Latina

Esse curta-metragem (31:51 min) foi produzido como avaliação final da disciplina “Experimentações Audiovisuais em História” em 2014/1, oferecida pela Faculdade de História da Universidade Federal de Goiás, e ministrada pela Profª. Drª. Ana Lúcia Vilela.

Sinopse: A Feira hippie, que acontece na cidade de Goiânia, é uma das mais importantes atividades econômicas do Estado de Goiás. Do artesanato às roupas, das “merdas” às comidas, se vende de tudo na feira, e um pouco de tudo acontece lá. Os trabalhadores nos contam parte de sua história.

Equipe:
Direção: Túlio Queiroz
Roteiro: Paulo R. de Araújo e Túlio Queiroz
Entrevistas: Sofia Corso
Produção: Rafael Ricarte
Edição: Túlio Queiroz e Matheus de Moraes
Produtora: Pentaprisma Produções

Acesso no Youtube:

Exibição do longa goiano “Hang the Superstars: Causos do Rock Proibidão”

O longa-metragem goiano, dirigido por Adérito Schneider, Eduardo Kolody e Mariana Dourado, “Hang the Superstars: Causos do Rock Proibidão”, terá seu lançamento no dia 7 de Novembro de 2015, às 20h no Centro Muncipal de Cultura Goiânia Ouro, com ENTRADA GRATUITA.

Será EXIBIÇÃO ÚNICA do filme. Portanto, não perca essa oportunidade.

Hang the Super Star
Para mais informações, segue a página do facebook do projeto do filme:
https://www.facebook.com/events/1154633314564783/